Tag

e-commerce

Browsing

Segundo um estudo realizado pela Ebit/Nielsen em parceria com a Elo, o faturamento com e-commerce cresceu em média 47% durante a pandemia, número nunca antes visto em anos anteriores totalizando mais de 38,8 bilhões de reais girando em torno desse segmento do mercado. E o que isso tem a ver com o setor do transporte? Vamos te explicar nesse artigo!

 

E-COMMERCE PASSA A EXIGIR MAIS LOGÍSTICA

Desde de 2014 o segmento de e-commerce cresce exponencialmente, cada ano mais forte, o que começou a exigir uma participação ativa das transportadoras e distribuidoras ao redor do país, uma vez que as demandas aumentaram. Isso fez do setor um dos “ovos de ouro” da logística, tornando uma das formas de aumentar o faturamento variando os produtos e entregas. 

Entretanto, essa modalidade de transporte tinha seus pontos positivos e negativos que poderiam ser balanceados para as transportadoras que decidiam se aprofundar nisso:

 

PONTOS POSITIVOS

PONTOS NEGATIVOS

Demanda crescente Produtos sensíveis 
Diversificação de produtos Diferenciação de valor
Maior impacto no faturamento Logística Reversa Assertiva
Velocidade da Oferta e Demanda Extravios e Violação

 

Esses fatores ainda eram algo que podia complicar a entrada da maioria das empresas nesse ramo de cargas, o que ainda não fazia os olhos de muitos brilharem quando pensavam em fazer entregas de e-commerce. Entretanto, esse cenário mudou drasticamente quando o coronavírus chegou!

 

E-COMMERCE SE TORNA A SALVAÇÃO DA LOGÍSTICA NA PANDEMIA

A pandemia modificou a forma com a qual as pessoas compravam e, principalmente, a sua realidade. Isso fez com que os muitos hábitos e situações fossem transformadas em compras de e-commerce, aumentando em mais o número de pedidos que chegou a mais de 90 milhões entre janeiro e junho de 2020. Segundo as pesquisas feitas pela Ebit/Nielsen em parceria com a Elo, cerca de 7,3 milhões de brasileiros realizaram a sua primeira compra online durante a pandemia, contando apenas o primeiro semestre do ano.

Os donos de transportadoras falaram em geral, para uma matéria da ABOL (Associação Brasileira de Operadores Logísticos) como o e-commerce começou a sustentar as transportadoras  e o setor logístico durante o covid-19 passando a ser identificado como um dos pilares para o faturamento de empresas ao redor do país. Cesar Meireles, presidente da ABOL, fez questão de ressaltar que “houve um crescimento disruptivo do comércio eletrônico”. 

Graças a isso, além de outros fatores que mencionamos no nosso post sobre o transporte durante a pandemia, o setor do transporte vem se reestruturando, adequando e se recuperando dos impactos negativos do começo do ano quando o coronavírus chegou avassalador.  

 

OS AVANÇOS DIGITAIS DAS TRANSPORTADORAS

E não para por aí! Com todos esses fatores, não somente as demandas aumentaram no meio digital, como as transportadoras passaram a entender ainda mais a importância da digitalização e da tecnologia para os avanços e sobrevivência a partir de agora no setor logístico. As empresas precisaram revisar seus métodos de trabalho e como gerar a conexão necessária com seus clientes. 

Muitas começaram a implementar sistemas entrando a fundo na logística 4.0 e tornando seus processos 75% mais ágeis. Seja por meio de aplicativos como Azapfy ou outros sistemas, todos começaram a fazer total diferença, uma vez que muitos colaboradores tiveram que trabalhar de suas residências acompanhando as entregas em tempo real ou até mesmo levantando as informações necessárias para passar as embarcadoras

E a gente pode te ajudar nisso! Fale com um dos nossos azapers consultores aqui para saber mais sobre o aplicativo de gestão de entregas mais completo e amigável que irá melhorar a forma com a qual a sua transportadora entrega hoje te ajudando a fechar novos contratos, reter seus clientes atuais e muito mais! 

Um forte abraço do Time Azapfy!

Com o coronavírus o mundo mudou completamente. Muitos impactos negativos atingiram não somente a área da saúde como diversos setores como o da logística, por exemplo.  Diversas empresas precisaram dar um salto no tempo e se aliar à tecnologia, ingressando forçadamente no meio digital, o que proporcionou avanços e uma nova realidade para muitos empreendedores, compradores e fornecedores. Entretanto, isso representa diversas mudanças no setor do transporte.

Veja aqui algumas dicas de cuidados para os motoristas da sua transportadora!

OS IMPACTOS DA PANDEMIA NA LOGÍSTICA

O começo do ano foi muito complicado, onde houve uma queda de aproximadamente 50% do faturamento ao longo de quatro meses na maioria das transportadoras, além do fechamento de muitas delas que tinham um quadro de funcionários pequeno, ou demandas de produtos impactados durante o processo como os calçados e móveis/eletrodomésticos que segundo o site do e-commerce brasil caiu em média de 30% a 50% suas demandas.

Apesar disso, o setor de logística foi se ajustando ao longo do tempo e teve todo o seu processo, desde a indústria, modificado para se adequar ao novo período em que nos encontramos. Segundo a GS1 Brasil, 85% das indústrias tiveram uma queda em seu faturamento e outros 71% delas readequou seus custos com mão de obras, o que não foi diferente com as transportadoras que viram mais de 42% de seus contratos serem renegociados segundo a oferta e demanda do mercado. 

Entretanto, mesmo com essa queda, algumas outras tendências foram percebidas na logística no decorrer da pandemia, dá uma conferida:

  • Crescimento do e-commerce;
  • Integração de mais tecnologia para gestão das entregas e processos internos;
  • Aumento das demandas de transporte urbano;
  • Variação das produções indústrias focadas nos produtos que estão tendo mais demanda no mercado;

Vamos entender um pouco melhor cada um desses pontos no próximo tópico!

 

QUAL O FUTURO DA LOGÍSTICA PÓS PANDEMIA?

Tudo começou ruim, mas já está melhorando! O setor de logística teve que se reinventar durante os meses de pandemia e identificou as tendências que mencionamos anteriormente. Com o crescimento do e-commerce muitas transportadoras começaram a diversificar os produtos que entregavam para se readequar à nova realidade do Brasil. Vamos aprofundar um pouco mais em alguns desses pontos?

 

Crescimento do E-commerce e Aumento do Transporte Urbano

Com as pessoas de quarentena em casa, essa área do transporte cresceu muito nos últimos meses. A segurança de comprar suas roupas, remédios e dentre outros produtos do conforto de sua residência levou muitas pessoas a recorrerem a pedidos online, o que aumentou a demanda de muitas empresas e as fez se adaptarem. 

Esse ponto mostra um futuro onde o e-commerce cresça ainda mais e possa abrir novas oportunidades para diversas transportadoras ao redor do país, onde elas serão fundamentais para trazer qualidade e agilidade às entregas de muitos fornecedores e lojas. 

 

Integração de Tecnologia as Empresas

Muitas empresas tiveram que saltar no tempo e avançar para o meio digital de forma mais rápida do que pensavam, além disso, muitas transportadoras  se aliaram à tecnologia para conseguir otimizar os processos internos reduzindo custos com trabalhos manuais. Dessa forma, muitas pessoas passaram a confiar ainda mais em softwares para auxiliarem seus serviços e conseguirem se destacar em um novo mercado que nasce aos poucos com a pandemia. 

Além disso, é importante frisar que, com aplicativos e plataformas, as distribuidoras começaram a perceber mais valor em transportadoras que estão atentas a esse fator que além de facilitar a vida dos motoristas e colaboradores, ajuda a protegê-los contra o coronavírus.

 

Variação de produtos em transporte

Houve uma queda e um aumento em diferentes produtos como o ramo dos medicamentos, por exemplo, que cresceu muito sua demanda durante a pandemia. Dessa forma, muitas transportadoras e distribuidoras irão começar a variar mais seus produtos e atender diferentes pedidos para se adaptarem ao novo cenário do setor de logística.

 

E AGORA, O QUE VOCÊ VAI FAZER?

Em cima de tudo isso que conversamos até aqui, quais são seus planos agora? Muitas transportadoras já estão investindo em tecnologias e também otimizando a forma de trabalhar. Infelizmente a pandemia ainda não terminou, mas o setor de logística ainda está ativo e em processo de transformação, por isso temos que ficar atentos a essas modificações e nos adaptar.

E o Azapfy pode te ajudar nisso! Fale com um dos nossos azapers consultores aqui para saber mais sobre o aplicativo de gestão de entregas mais completo e amigável que irá melhorar a forma com a qual a sua transportadora entrega hoje te ajudando a fechar novos contratos, reter seus clientes atuais e muito mais! 

Um forte abraço do Time Azapfy!